© 2011\2017 Benfica Glorioso. (E PLURIBUS UNUM 1904)Benfica Glorioso

*SEJA BEM-VINDO*
SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS!!!
* E PLURIBUS UNUM *
Sou do Benfica Isso me envaidece Tenho a genica Que a qualquer engrandece Sou de um clube lutador Que na luta com fervor Nunca encontrou rival Neste nosso Portugal

Clique aqui Para Entrar No Site →
Benfica
««« LIGA DOS CAMPEÕES QUA 27 SET FC BASEL / SL BENFICA 19h45 «««« Fundação:1904 | Presidente SAD:Luis Filipe Vieira /Site Oficial do Sport Lisboa e Benfica www.slbenfica.pt/

Receba Noticias via Email
Clique Aqui ☚ Clique Aqui ☚
Emblema Benfica

Plantel Principal 2017\2018

Classificação

 facebook  twitter  youtube  feed

Resultados futebol ao vivo oferecidos por Futebol.com


BEM VINDO
1 2 3 4

Benfica TV Online em Direto

Link 1 Clique Aqui ☚ Link 2 Clique Aqui ☚

Seguidores

BTV

Some alt text
BTV
Some alt text
BTV
BTV
Some alt text
BTV
BTV

RUI VITÓRIA: “RÚBEN DIAS ESTÁ MUITO MAIS FORTE”

Não é uma cartola de onde Rui Vitória vai tirando os coelhos dos seus truques de magia tática, mas é uma Caixa de onde vão saindo os sucessivos casos de sucesso da formação do Benfica. Desde há três jogos consecutivos, Rúben Dias tem conseguido demonstrar a qualidade principal dos jovens talentos que saem do Caixa Futebol Campus para a ribalta do futebol português. A personalidade competitiva.
Num dos excertos da entrevista de Rui Vitória à BTV, logo após o jogo com o Paços de Ferreira, o treinador do Benfica esmiuçou a aposta no jovem defesa. Sem justificações bacocas e sem nada a esconder.
“É uma aposta na qualidade, não tem a ver com rótulos, a ver com o facto de ser jogador da formação. O Rúben tem trabalhado muito bem, é evidente que tem um percurso muito longo à sua frente, mas muitas vezes, dois, três jogos a este nível, num estádio destes, com uma intensidade destas, têm uma importância muito relevante no desenvolvimento de um jogador. De certeza que o Rúben, ao fim de três jogos, está um jogador muito mais forte, muito mais seguro de si próprio e muito mais confiante. Não significa que jogue sempre, mas é uma aposta do Benfica, uma aposta válida, porque tem muita qualidade, porque deu uma boa resposta e porque a tendência é que venha a melhorar ainda mais. Mas o Rúben sabe que não basta fazer bem uma, duas ou três vezes bem. Às vezes o mais difícil não é chegar lá acima, é manter-se. Portanto, faz tudo parte do seu processo de integração, mas foi uma entrada muito boa do Rúben, a mostrar claramente todo aquele potencial que reconhecemos nele. E noutros”, disse Rui Vitória.
Ver Rúben Dias atuar ao lado de Luisão é, além de uma hipotética passagem de testemunho, presenciar o abraço entre gerações. Entre aquele que é o indiscutível capitão do presente e aquele que se provavelmente será o capitão do futuro. Mesmo que isso tenha obrigado Rúben Dias a fazer um curso de verão de aprendizagem tática. Para aprender a jogar do lado esquerdo do centro da defesa.
“É daqueles aspetos que é fundamental termos em atenção no desenvolvimento destes jovens jogadores. O Rúben, durante a sua formação, jogou sempre à direita, no centro da defesa e um dia fiz-lhe a questão: 'Se um dia jogares ao lado do Luisão, achas que vou puxar o Luisão para a esquerda? Vais ter de ser tu a jogar na esquerda... Tens de te começar a mentalizar para jogar nos dois lados do eixo da defesa'. E desde o início da época trabalhámos imenso com o Rúben, a treinar e a jogar do lado esquerdo e também do lado direito, e hoje o Rúben tem capacidade para jogar em qualquer um dos lados. Está um defesa mais completo”, alertou o treinador do Benfica.
“Diogo Gonçalves vai ser importante no Benfica do futuro”
Na mesma entrevista, Rui Vitória pormenorizou as razões pelas quais apostou, de novo, em Diogo Gonçalves na fase terminal do jogo com o Paços de Ferreira.
“Acrescentar minutos e tempo de jogo a um jovem jogador que vai ser importante no Benfica do futuro e ao mesmo tempo dar à equipa aquilo que ele tem de bom, flexões do jogo exterior para o interior e rematar à baliza. Teve a oportunidade de fazer golo, porque a vir da esquerda para dentro e a poder rematar é muito perigoso. O jogo estava a partir e o jogo estava a pedir um jogador que tivesse essas características, que viesse para dentro e tivesse a baliza à sua frente. Mas, acima de tudo, dar mais minutos a um jogador de grande futuro", fez notar o técnico.
Ler Mais

CRAIG THOMSON APITA BASILEIA-BENFICA

A UEFA nomeou esta segunda-feira o árbitro escocês Craig Thomson para dirigir o jogo entre Basileia e Benfica, referente à 2.ª jornada do Grupo A da Liga dos Campeões.
Alan Mulvanny e Graeme Stewart são os árbitros assistentes, Andrew Dallas e Donald Robertson os assistentes adicionais e Stuart Stevenson o 4.º Árbitro.
O jogo é quarta-feira, às 19h45, no St. Jakob-Park, na Suíça.
Ler Mais

LIGA DOS CAMPEÕES: PROGRAMA PARA A IMPRENSA

O Sport Lisboa e Benfica defronta a formação do Basileia na próxima quarta-feira. Em disputa está a 2.ª jornada do Grupo A da Liga dos Campeões.
Programa
Terça-feira, dia 26 setembro
- 9h00 - Partida para Basileia
- 18h30# - Conferência de imprensa do treinador, Rui Vitória, e de um jogador na sala de imprensa do estádio St. Jakob Park
- 19h00# - Treino aberto à Imprensa nos primeiros 15 minutos no estádio St. Jakob Park
# horário local, menos uma hora em Portugal Continental
Ler Mais

FEJSA SOMA E CHEGA AOS 100 JOGOS

Ljubomir Fejsa atingiu este sábado a marca de cem jogos de águia ao peito, numa noite em que contribuiu para a vitória do Benfica diante do P. Ferreira, na sétima ronda da Liga NOS. Um número que obviamente se destaca e onde se ressaltam também os títulos conquistados. O internacional sérvio chegou ao Clube na temporada 2013/14, constituindo-se desde então como uma das pedras basilares do meio-campo encarnado. E se já chegou campeão… mais campeão de tornou na Luz.
Aos 29 anos, Fejsa ostenta um currículo impressionante, onde se contam títulos atrás de títulos. Quatro Campeonatos Nacionais, duas Taças de Portugal, três Taças da Liga e três Supertaças Cândido Oliveira, e isto só ao serviço do Benfica.
O médio-defensivo renovou contrato com o Sport Lisboa e Benfica até 2021, uma caminhada que promete – à semelhança de até aqui – ser de conquistas e de muitas alegrias com o Manto Sagrado vestido.
Ler Mais

FUTSAL: EM GRANDE ESTILO

Foi um Benfica demolidor aquele que se apresentou este sábado no Barreiro para o jogo da 3.ª jornada da Liga Sport Zone.
À semelhança do que aconteceu na jornada transacta, a equipa de Joel Rocha muito cedo se adiantou no marcador, através de Deives (3’). Até ao intervalo os golos foram uma constante e os encarnados apontaram mais seis: Rafael Henmi (4’, 9’), Fábio Cecílio (8’), Bruno Coelho (9’, 19’), Tiago Brito (16’). O Fabril não conseguiu contrariar a força das águias e o melhor que fez foi reduzir (15’).
No segundo tempo a toada manteve-se, embora desta vez tenham sido os homens da casa a iniciar a contribuição para a chuva de golos (22’). O Clube da Luz respondeu e marcou seis tentos de seguida: Bruno Coelho (25’), André Coelho (29’), Raúl Campos (32’), Deives (32’), Jacaré (35’) e Bruno Pinto (36’). Após a avalanche ofensiva dos lisboetas, os homens do Barreiro conseguiram voltar a reduzir o placard (38’). Porém, nova resposta eficaz do Benfica, com Raúl Campos a fechar o marcador (40’).
Na próxima jornada o Sport Lisboa e Benfica recebe o Belenenses no Pavilhão da Luz, com o encontro agendado para o dia 30 de setembro, sábado, pelas 16 horas.
O Benfica alinhou com: Roncaglio, Henmi, André Coelho, Robinho e Deives.

Ler Mais

CERVI: “AJUDEI A EQUIPA NUMA JOGADA MUITO BONITA”

Autor do primeiro golo do Benfica na vitória sobre o Paços de Ferreira (2-0) no Estádio da Luz, Franco Cervi mereceu, na noite de sábado, uma distinção especial, visto que foi eleito "Man of the match" pelos adeptos.
"É um prémio muito importante, mas o melhor foi poder ajudar a equipa", declarou o argentino à BTV.
Puxando atrás o filme do jogo da 7.ª jornada da Liga NOS, o camisola 22 comentou o tiro que deixou a plateia aos pulos.
"Foi uma jogada muito boa e fiquei muito contente quando vi que a bola entrou na baliza", ressaltou o médio-ofensivo esquerdino.
Ler Mais

RUI VITÓRIA: “ESTAMOS NO SÉTIMO ASSALTO E SÃO 34“

No jogo com o Paços de Ferreira, o SL Benfica quebrou um ciclo de três jogos sem vencer. Porém, na sala de conferência de Imprensa, Rui Vitória falou sobre um Campeonato que ainda vai curto.
“Todos sabemos o trabalho que temos feito, o processo que a equipa está a ter. Estas fases menos boas não se resolvem com dois golos e mais algumas bolas falhadas, temos essa noção. Temos de trabalhar. Isto no fundo é um combate de boxe. Temos 34 assaltos e vamos no sétimo. Interessa é no final do combate. Aí fazemos o balanço”, referiu.
O técnico aproveitou ainda as palavras de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, para questionar a pertinência de algumas discussões que vão marcando o futebol nacional.
“Às vezes andamos a preocuparmo-nos com coisas acessórias em detrimento das coisas realmente importantes. Eu não sei a quem é que este tipo de discussões interessa, mas há uma coisa que eu tenho a certeza: não beneficia o jogo e o futebol em Portugal. Estes exemplos dos treinadores são os bons exemplos e todos temos de refletir sobre esta forma de viver o futebol em o que o importante é uma confusão ou um título e que a nós não nos interessa”, disse.

Por fim, palavras elogiosas para Fejsa, que neste sábado à noite retomou a competição. “É um jogador que tem muita qualidade. Tem características que encaixam muito bem na nossa forma de jogar, e as equipas têm de ser um puzzle em que as peças encaixam umas nas outras. O Fejsa tem essa característica. Eu diria que são essas duas coisas. É de facto um jogador de qualidade e toda a equipa também melhora em função da sua forma de atuar”, analisou.
Ler Mais

RUI VITÓRIA: “TIVEMOS OPORTUNIDADES PARA FAZER MAIS GOLOS”

Para o técnico do Benfica, é necessário dividir o desafio de sábado à noite, a contar para a 7.ª ronda do Campeonato, em duas fases. “Este jogo tem de ser analisado em duas vertentes: a primeira por aquilo que fizemos e a segunda pelo que não deixámos o Paços fazer”, salientou Rui Vitória, concretizando: “Entrámos muito fortes na partida, a querer mostrar o nosso poder e a nossa qualidade. Acabámos por fazer um golo, sempre controlando o jogo e não deixando o Paços sair do seu reduto, embora estivesse bem organizado defensivamente, mas não os deixámos sair para o contra-ataque. Ganhámos por 2-0, mas tivemos oportunidades para fazer mais golos.”
Questionado se esta tinha sido a melhor exibição dos encarnados, o técnico foi taxativo. “Já fizemos várias exibições de qualidade, esta foi muito conseguida. Fomos uma equipa que impôs um ritmo alto e que o manteve. Fruto disso as oportunidades foram aparecendo. Circulámos muito bem a bola, sendo pressionantes quando tivemos que ser; houve muita intensidade na recuperação da bola, o que levou a que as oportunidades fossem surgindo, ficando apenas a pecha na finalização”, considerou.
Lançando já o jogo de Basileia, da próxima quarta-feira, o treinador das águias reconheceu que uma vitória traz sempre motivação. “Ganhar é sempre importante, e trabalhar em cima de vitórias ainda mais. Estes jogadores têm tido um comportamento fantástico, uma excelente postura nestes momentos menos bons. Evidentemente que ganhar alimenta mais o estado de espírito. Sabemos aquilo que temos de passar, que teremos momentos bons e outros nem tanto. Vamos à Liga dos Campeões a quer ganhar em Basileia”, assegurou.
Ler Mais

ANDRÉ ALMEIDA: “VAMOS CONTINUAR UNIDOS, VIVOS E FORTES”

Após a vitória sobre o P. Ferreira (2-0), o defesa do Benfica realçou o espírito de união do grupo.
Após o triunfo em casa na receção ao Paços de Ferreira, por dois golos sem resposta, André Almeida realçou o espírito de união do grupo e a comunhão com os adeptos.
“O Benfica fez um jogo bem conseguido, criámos varias oportunidade, estivemos quase sempre por cima do jogo e estamos de parabéns. Era este o nosso objetivo e conseguimos”, começou por dizer, em declarações à BTV.
No final do encontro, no centro do relvado, uma demostração de união entre a equipa e de comunhão com os Benfiquistas.
“Quisemos transportar o que fazemos no balneário para dentro do campo. É o que nos tem mantido unidos, vivos e fortes ao longo destes anos. É assim que vamos continuar”, garantiu.
Segue-se o duelo com o Basileia, para a Liga dos Campeões, já na quarta-feira, na Suíça.
“Amanhã [domingo], começamos a pensar na Champions. Independentemente dos resultados mais ou menos favoráveis, penso que a equipa tem mostrado que tem trabalho forte, sempre nos limites. Está à vista de todos que trabalhamos em busca de vitórias”, finalizou.
Ler Mais

PLEGAMANS NO CAMINHO DO BENFICA

Na Liga Europeia feminina, o sorteio dos oitavos de final colocou o Plegamans no caminho do Benfica, que se desloca a Espanha na primeira mão, a 11 de novembro. A segunda mão está agendada para 2 de dezembro.
Oitavos de final da Liga Europeia feminina:
Coutras (Fra) - Bigues i Riells (Esp)
Plegamans (Esp) - BENFICA (POR)
Uttigen (Sui) - Iserlohn (Ale)
Stuart (POR) - Bison Calenberg (Ale)
Estrelas Molfetta (Ita) - Vordemwald (Sui)
Merignac (Fra) - Gijon (Esp)
Tus Dusseldorf (Ale) - Noisy Le Grand (Fra)
Voltregà (Esp), campeão em título, qualificado para os quartos de final
Ler Mais

BENFICA NO GRUPO C DA LIGA EUROPEIA DE HÓQUEI EM PATINS

Os suíços do Montreux, os espanhóis do Barcelona e os italianos do Forte dei Marmi são os adversários do Benfica no Grupo C da Liga Europeia de Hóquei e Patins. O sorteio da mais importante prova de clubes da europa foi realizado na manhã deste sábado.
O Benfica estreia-se na edição 2017/2018 da prova frente ao Montreux, em casa, no dia 4 de novembro.
A formação orientada por Pedro Nunes segue depois até Itália para jogar com o Forte dei Marmi, no dia 25 do mesmo mês.
A final four da competição começa a jogar-se no dia 12 de maio, estando a final reservada para dia 13.
Calendário:
1.ª jornada: Benfica-Montreux (4 de novembro)
2.ª jornada: Forte dei Marmi-Benfica (25 de novembro)
3.ª jornada: Benfica-Barcelona (9 de dezembro)
4.ª jornada: Barcelona-Benfica (13 de janeiro)
5.ª jornada: Montreux-Benfica (17 de fevereiro)
6.ª jornada: Benfica-Forte dei Marmi (10 de março)
Ler Mais

BENFICA-P. FERREIRA: JÚLIO CÉSAR E FEJSA NO ONZE

Benfica e Paços de Ferreira jogam, a partir das 20h30, a 7.ª jornada da Liga NOS. O onze eleito por Rui Vitória já é conhecido, com destaque para as entradas de Júlio César e Fejsa.
Onze: Júlio César; André Almeida, Luisão, Rúben Dias e Grimaldo; Fejsa, Pizzi, Zivkovic e Cervi; Jonas e Seferovic.
Suplentes: Bruno Varela, Samaris, Krovinovic, Diogo Gonçalves, Rafa, Gabriel e Raúl.
Ler Mais

JOEL ROCHA: “SERMOS FIÉIS AO QUE TEMOS TREINADO E TRABALHADO”

É já esta sábado que a equipa da Luz se desloca até ao Barreiro para disputar a 3.º jornada da Liga Sport Zone, com o GD Fabril/Auto Kuatrus. Após uma vitória ao Unidos Pinheirense, por 7-1, o treinador Joel Rocha sente-se confiante para o jogo que aí vem.
“Esperamos que nós próprios consigamos ser fiéis àquilo que temos treinado, trabalhado e melhorar ainda dentro da nossa identidade os 40 minutos do jogo, porque o Fabril nos vai obrigar a isso e nós, exigentes como somos é isso que queremos para este jogo”, começou por dizer o técnico, Joel Rocha, em declarações à BTV.
O treinador dos encarnados fala do ambiente que se vive no pavilhão do Fabril, mas confessa que o que importa é a equipa em si.
“É uma equipa muito forte em casa, pelas condições do pavilhão, estão totalmente adaptados a treinar e a jogar ali e depois a motivação que o público transporta para aquele pavilhão, é um ambiente muito efusivo, festivo, de apoio muito fervoroso, mas para além de todas essas características do contexto do pavilhão e do jogo em si, aquilo que nos preocupa estrategicamente é a equipa do Fabril”, admitiu.
Joel Rocha espera um adversário fiel a si mesmo, com características que ele, também elogia.
É uma equipa extremamente simples, pragmática na sua identidade do jogo, e esse pragmatismo também traduz eficácia de ações defensivas e ofensivas. Uma equipa que com os seus méritos ascendeu à Liga Sport Zone e que com o tempo, obviamente irá melhorar. Estamos à espera de um Fabril com a sua identidade”, confessou.
O jogo realiza-se às 17h00 de sábado, no Pavilhão Vítor Domingos, na cidade do Barreiro.
Ler Mais

CHAGUINHA LESIONADO

O Sport Lisboa e Benfica informa que Chaguinha se lesionou no jogo da Taça de Honra, com o Belenenses.
O futsalista rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, e será submetido a intervenção cirúrgica nos próximos dias.
Chaguinha iniciará depois um plano de recuperação definido pelo departamento clínico do Clube.
Ler Mais

DIOGO GONÇALVES NOS CONVOCADOS PARA A RECEÇÃO AO P. FERREIRA

São 20 os jogadores convocados por Rui Vitória para a receção ao Paços de Ferreira, da 7.ª jornada da Liga NOS, agendada para este sábado (20h30). Destaque para a entrada de Diogo Gonçalves.
Lista de convocados:
Guarda-redes: Júlio César, Varela;
Defesas: A.Almeida, Luisão, Rúben Dias, Jardel, Grimaldo;
Médios: Fejsa, Samaris, F. Augusto, Pizzi, Krovinovic, Diogo Gonçalves, Cervi, Zivkovic;
Avançados: Rafa, Gabriel, Raúl, Seferovic e Jonas.
Ler Mais

SALVIO NO BOLETIM CLÍNICO

Salvio é o único jogador entregue ao departamento médico, não podendo, por isso, ser opção de Rui Vitória para a receção ao Paços de Ferreira.
Boletim clínico
Salvio - Entorse tornozelo direito.
Ler Mais

R. VITORIA "TRABALHAMOS ENVOLVIDOS NUM GRANDE ESPÍRITO DE UNIÃO E AMIZADE"

Rui Vitória fez esta sexta-feira, na Luz, a antevisão da receção ao Paços de Ferreira, jogo da 7.ª jornada da Liga. O treinador dos encarnados frisou que a sua equipa está com uma “vontade enorme que o jogo chegue”.
“O Paços de Ferreira é uma equipa que me diz muito. Vem de uma vitória e acreditam que podem vir ao Estádio da Luz fazer um bom jogo e dificultar-nos. Da nossa parte, temos uma vontade muito grande de jogar, de estar outra vez neste Estádio e fazer tudo para ganhar. Temos muito mais foco em nós do que nos adversários. Temos uma vontade muito grande que o jogo de amanhã chegue para podermos ganhar”, disse o técnico, em conferência de imprensa realizada esta sexta-feira, no Estádio da Luz.
“Em relação aos meus jogadores, há uma vontade muito grande de ganhar mas só tem ansiedade quando há alguma coisa para se conquistar. Essa ansiedade é muito normal que aconteça em alta competição. Mas é importante perceber que estamos a falar de uma equipa com uma grande experiência e que se sabe comportar nos diversos contextos. É uma ambição muito grande de conquistar pontos. É uma equipa feita de carácter e de jogadores a séria, principalmente na parte humana. Essa ansiedade é traduzida para nós pelo lado positivo”, explicou o treinador encarnado. 
“CRISE? É QUEM NÃO GANHA HÁ MUITOS ANOS”
“Trabalhamos todos envolvidos num grande espírito de união e amizade, há aqui muito caráter e entreajuda. Isso é daquelas coisas que a maioria de vocês não consegue classificar mas quem anda nisto sente. Felizmente, aqui há uma grande dose de confiança e amizade entre todos. Isso é meio caminho andado”, garantiu.
O treinador deixou elogios ao plantel e rejeitou a ideia de “crise” no Benfica.
“Se há uma coisa que temos aqui é a consciência dos momentos que temos vivido. Sem ganhar é normal que fiquemos tristes, até porque a cara de quem ganha não é a cara de quem perde. Estamos a falar de três jogos, em três competições diferentes. São factos. Não nos tiraram dos nossos objetivos. É evidente que se falássemos em três derrotas para o campeonato ou para a Liga dos Campeões, era diferente. Crise? É quem não ganha há muitos anos. Em 16 títulos ganhámos 12. O primeiro título deste ano foi ganho pelo Benfica. Se me falar em fase, aceito. Uma crise... Há dois anos jogámos com o super FC Porto e super Sporting e acabámos por ganhar. O ano passado o mesmo... Não me quero agarrar ao passado para pensar que as coisas têm de ser iguais. Todas as pessoas passam por uma fase menos boas e vamos ultrapassá-la”, garantiu.
Quem ainda não fará parte dos eleitos para este encontro da 7.ª ronda da Liga, no Estádio da Luz (amanhã, 20h30), é o brasileiro Douglas, reforço assegurado no último dia do mercado de transferências. "Quem joga e quem não joga tem a minha inteira confiança, porque só podemos lançar onze em campo. O Douglas está numa fase final de algo que queríamos que fosse melhorado e está para breve a sua entrada", concluiu.
Ler Mais

VEM AÍ MAIS UMA OBRA À BENFICA

O Benfica apresenta e visita esta sexta-feira o local do novo Centro Desportivo das modalidades, que ficará sedeado em Oeiras. A visita está agendada para as 16h00 e contará com a presença de Luís Filipe Vieira e do presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Paulo Vistas.
 Este centro de alto rendimento, em conjunto com a expansão do Caixa Futebol Campus, no Seixal, coloca o Clube no top mundial no que diz respeito a infraestruturas.
A instituição encarnada reforça a sua linha: o Benfica mostra resultados e obras, já outros, em face do vazio, só falam de nós.
Morada:
Rua da Mina Grande 5–5A
Ler Mais

OITO ÁGUIAS NOS SUB-16

Emílio Peixe revelou esta quinta-feira a convocatória para um estágio de preparação na Cidade do Futebol, a realizar entre os dias 25 e 27 de setembro.
Para estes três dias de trabalhos foram chamou 24 jogadores, sendo que oito são do Sport Lisboa e Benfica.
Lista de convocados:
SL Benfica – Filipe Cruz, Henrique Martins, Henrique Pereira, Paulo Bernardo, Rafael Brito, Rafael Rodrigues, Ronaldo Camará e Samuel Soares;
FC Porto – Fábio Silva, Rodrigo Ferreira, Tiago Ribeiro e Tomás Esteves;
Gil Vicente FC – Hugo Silva;
Padroense FC – Lourenço Pinto;
Sporting – Bruno Tavares, Daniel Rodrigues, Diogo Almeida, Eduardo Quaresma, Rodrigo Costa, Rodrigo Rêgo, Tiago Ferreira e Umaro Baldé;
Vitória SC – João Sampaio e Sérgio Dutra.
Ler Mais

CARLOS XISTRA APITA RECEÇÃO AO P. FERREIRA

O Conselho de Arbitragem da FPF anunciou esta quinta-feira as nomeações para a 7.ª jornada da Liga NOS. SL Benfica e Paços de Ferreira jogam às 20h30 de sábado, no Estádio da Luz, com Carlos Xistra a dirigir o encontro, auxiliado por Nelson Moniz e Jorge Cruz.
O VAR estará a cargo de Hugo Miguel e o AVAR de Nuno Roque; Rui Rodrigues será o 4.º Árbitro e Antonino Silva o Observador.
Nomeações para a 7.ª Jornada:
Sexta-feira, 
20h30: FC Porto-Portimonense, Luís Ferreira (AF Braga) + Jorge Sousa (VAR);
Sábado, 
16h00: Estoril-Desportivo de Chaves, Artur Soares Dias (AF Porto) + Bruno Paixão (VAR);
18h15: Moreirense-Sporting, Luís Godinho (AF Évora) + João Pinheiro (VAR);
20h30: Benfica-Paços de Ferreira, Carlos Xistra (AF Castelo Branco) + Hugo Miguel (VAR);
 Domingo,
16h00: Vitória de Guimarães-Marítimo, Fábio Veríssimo (AF Leiria) + Manuel Oliveira (VAR)
16h00: Feirense-Belenenses, Bruno Esteves (AF Setúbal) + Hugo Miguel (VAR)
18h00: Tondela-Sporting de Braga, Tiago Martins (AF Lisboa) + João Pinheiro (VAR)
20h15: Desportivo das Aves-Rio Ave, António Nobre (AF Leiria) + Rui Costa (VAR) 
 Segunda-feira, 
20h00: Vitória de Setúbal-Boavista, Nuno Almeida (AF Algarve) + Hélder Malheiro (VAR)
Ler Mais

RUI VITÓRIA: “EM MAIO A GENTE CÁ ESTÁ…”

O caminho faz-se caminhando, não importa a adversidade nem o seu tamanho. Rui Vitória não tem dúvidas de que a união e o compromisso do plantel do Benfica serão essenciais para dar a volta ao momento e, no fim da época, ter outro quadro sobre o qual falar.
“Uma das nossas grandes virtudes é saber o momento que estamos a viver e trabalhar em cima dele. Queremos ganhar, mas também sabemos que temos carácter, um grupo envolvido e com vontade de que venha o próximo jogo”, afiançou o técnico após o empate (1-1) com o Braga, na noite de quarta-feira, no início da fase de grupos da Taça da Liga CTT.
“A minha mensagem é de noção clara, mas também de um olhar em frente e querer rapidamente ultrapassar esta fase, que vai ser superada”, reforçou Rui Vitória, completando: “Temos a perfeita noção de quanto custa ganhar um campeonato. A convicção que tinha é a mesma – vai ser um campeonato duro. A fase foi menos positiva, mas isto vai passar e em maio a gente cá está.”
“Quem tem jogadores com esta forma de estar, este carácter e este brio em relação ao Benfica e à sua profissão… Isto não engana. Temos muito que trabalhar, mas estamos disponíveis para isso e envolvidos, desejosos que venham os jogos porque queremos ganhar”, vincou o técnico, colocando já no horizonte o desafio com o Paços de Ferreira, do próximo sábado, no Estádio da Luz, referente à sétima jornada da Liga NOS.
“Sentimos uma grande energia entre nós”, frisou o comandante das águias. “A resposta que demos não é para ninguém, mas para nós, daquilo que é a convicção, o envolvimento, o carácter do grupo e o sentimento, que é extensível a todo o plantel”, insistiu o treinador, que não se arrepende das oportunidades concedidas no desafio com os minhotos a alguns jogadores com menos utilização.
“Aproveitámos para dar minutos aos jogadores, não mudámos a estratégia. Isso foi algo que gostei, os jogadores entraram, entregaram-se… Houve algumas estreias no Estádio da Luz e isso foi importante para nós. Confiamos muito nesta estratégia, estes jogadores mereciam jogar. Vamos para os próximos jogos com muita determinação”, salientou.
Ler Mais

RUI VITÓRIA: “ESTA EQUIPA TEM CARÁCTER!”

O SL Benfica somou, diante do SC Braga, o terceiro jogo consecutivo sem vencer. No flash-interview, após o final da partida, o técnico Rui Vitória reiterou a confiança no grupo de trabalho.
“A minha equipa sabe muito bem aquilo que tem a fazer, todos nós estamos imbuídos num espírito de orgulho e ao mesmo tempo de revolta, mas estamos muito envolvidos naquilo que queremos e vamos esperar ansiosamente pelo próximo jogo porque esta equipa tem carácter, tem qualidade e vamos para o próximo jogo com uma vontade muito grande de ganhar”, afirmou.
Questionado sobre a chamada ao onze de jogadores que esta temporada ainda não tinham alinhado de início, como foram os casos de Júlio César, Gabriel Barbosa, Krovinovik e Raúl Jiménez, Rui Vitória mostrou-se satisfeito com os seus desempenhos.
“Tendo em conta aquilo que é o contexto, alguns com dificuldade em relação ao ritmo, mas tivemos respostas positivas. Estes jogadores mereciam e foi por isso que os colocámos em campo. Naturalmente queremos ganhar, mas a estratégia já estava definida e foi assim que foi para a frente”, concluiu o ribatejano.
Ler Mais

RAÚL: “SABEMOS O QUE PODEMOS FAZER”

No final do encontro frente ao SC Braga para a Taça da Liga, Raúl Jiménez, autor do golo do Benfica, fez questão de lembrar primeiramente as vítimas da tragédia – sismo -que atingiu o seu país.
 “Quero enviar as minhas condolências e a minha força para o México pela tragédia que aconteceu”, começou por dizer.
Sobre o encontro, o avançado destacou a exibição dos primeiros 45 minutos.
“Creio que fizemos uma boa primeira parte. No segundo tempo cedemos um pouco e o SC Braga acabou por marcar. Vamos seguir em frente e trabalhar”, referiu.
Raúl Jiménez afirmou que está sempre preparado para ajudar a equipa.
“Quando o treinador me coloca em campo tento corresponder. Ele é que tem a última decisão”, disse.
Por último, o internacional mexicano analisou o momento da equipa.
“Sabemos que todas as equipas jogam frente ao Benfica como se fosse a ultima partida das suas vidas. Há que trabalhar da mesma maneira para inverter e conseguir as vitórias que queremos. A equipa tem muita qualidade e sabemos o que podemos fazer. Continuamos tranquilos e com o objetivo de melhorar”, concluiu.
Ler Mais

A LUTAR CONTRA FANTASMAS

Perante um público famélico, o Benfica saciava, uma vez mais, a dependência dos seus fiéis, de futebol na Catedral dos Sonhos. Uma noite entre um final tépido de Verão e os inícios outonais do ano e sobretudo um jogo para exorcizar fantasmas recentes.
Na jornada de abertura da Taça da Liga, pela frente um valoroso adversário, que além da motivação de actuar no maior e mais impante palco do futebol português, se multiplicava em desejos de apuramento para a final four da competição, que se disputará, precisamente em Braga.
Mudanças? Muitas. Anunciadas por ambos os treinadores e finalmente concretizadas. Ao todo quinze mudanças. Oito no Benfica e sete no Braga. Estreia de Krovinovic, um talento raro na zona de criação e que ainda sem jogar oficialmente pelo Benfica já é um sintomático caso de popularidade nas bancadas.
E depois, Gabriel Barbosa, também com uma estreia a titular. Enleante, motivado e a tentar enfeitiçar os adeptos, com algumas arrancadas, de início, que depois não viria a repetir, durante todo o resto da primeira parte.
E claro, o golo de Jimenez. O mexicano é um avançado difícil de caracterizar. Mexido, disponível e sempre astuto, mas sobretudo letal na finalização. Há um Jimenez fora da área e outro lá dentro. Aos 12’, o geniquento avançado marcou o único golo na primeira parte e confirmou um auspicioso início de jogo do Benfica, com algumas combinações que prometiam causar estragos na defesa bracarense.
MUDANÇAS? MUITAS. OITO NO BENFICA E SETE NO BRAGA
O golo trouxe um ânimo especial aos adeptos benfiquistas mas tornou o Braga uma equipa menos passiva e dependente dos acontecimentos. Porém, quase todo um primeiro tempo à procura de uma profundidade que trouxesse uma verdadeira ocasião de golo mas que de que raramente usufruiu. No regresso de Jardel à competição, Rui Vitória entregou a Rúben Dias uma nova titularidade e agora acompanhada da braçadeira.
E Rúben aceitou o desafio, liderando a defesa, numa espécie de parábola do anunciado e praticado paradigma da aposta na formação.
Do lado bracarense, com os alvores da segunda parte, vieram as primeiras alterações e sempre com a intenção de acrescentar qualidade, trazendo Rafael Martins e Vukcevic ao jogo, o que se foi notando pela diversidade de jogo que os dois acrescentaram.
Ainda assim, verdadeiras ocasiões de golos não continuavam a escassear, até ao momento em que, após a marcação de um canto, o Braga acaba por restabelecer o empate, através de um cabeceamento de Ricardo Ferreira, um central que regressou, esta noite, à competição.
Apesar dos espasmos benfiquistas e das ameaças bracarenses, o resultado não se alterou e tudo terminou com uma divisão de pontos que mantém as aspirações de ambos no que toca ao possível apuramento para a final four da Taça da Liga.
Ler Mais

JÁ HÁ ONZE PARA A TAÇA CTT

O Sport Lisboa e Benfica inicia esta quarta-feira a sua caminhada na Taça CTT. O adversário da 1.ª jornada do Grupo A é o SC Braga, numa partida que terá lugar às 21h15 no Estádio da Luz.
 O Benfica vai alinhar com o seguinte onze: Júlio César, André Almeida, Rúben Dias, Jardel, Eliseu, Samaris, Filipe Augusto, Rafa, Krovinovic, Raúl e Gabriel.
Ler Mais

RUI VITÓRIA: “É NATURAL QUE HAJA ALGUMAS MUDANÇAS”

Com o Benfica envolvido em diversas frentes competitivas, o treinador Rui Vitória admite apresentar diante do Braga, na noite de quarta-feira (21h15), uma equipa com algumas peças diferentes, no arranque da fase de grupos da Taça da Liga CTT.
“É natural que haja algumas mudanças, mas sempre numa perspetiva dos jogadores que podem dar a melhor reposta. Tenho vários a trabalhar bem e à espera de uma oportunidade. O que possa mexer tem a ver com aqueles jogadores que possam estar agora em melhores condições para formar o onze base”, garantiu esta terça-feira o técnico, em declarações à BTV.
Uma estreia é sempre uma estreia. Olhando para o primeiro jogo na edição 2017/18 da Taça da Liga, Rui Vitória destacou que “as expectativas” da equipa encarnada “são grandes”, até pelo recheado historial do Clube na prova: “Vamos querer entrar a ganhar. Esperamos um jogo contra um adversário forte, porque sabemos que o Braga é um bom adversário. Do outro lado vamos ter uma equipa difícil, com bons jogadores, bem organizada, mas pensamos muito em nós, naquilo que temos de fazer para derrotar o Braga.”
Na ronda número um da corrente edição da Liga NOS, ainda em agosto, o Benfica recebeu e venceu o Braga por 3-1. A respeito de diferenças que possam ser notadas no adversário, Rui Vitória evita entrar em detalhes.
“O Braga tem vindo a fazer vários jogos, como nós. Na altura em que nos defrontámos, vínhamos de uma pré-época, mas agora há um conjunto de competições a funcionar. O nosso adversário tem rodado em termos de onze base, mas tem jogadores de qualidade que formam um onze forte. Por isso espero um bom adversário, que vai querer dificultar-nos a tarefa e disputar este jogo, mas isto não mexe nada com a forma de olharmos para o jogo e para a competição. Respeitamos um adversário difícil, mas queremos muito ganhar”, acentuou o técnico das águias.
Ler Mais

MELHOR EXERCÍCIO DA HISTÓRIA DA SAD

A SAD do Benfica registou o melhor desempenho de sempre na história do Clube no exercício 2016/2017, com um resultado líquido que ultrapassa os 44,5 milhões de euros.
Este é o quarto exercício consecutivo em que a Sociedade apresenta lucros. “O resultado líquido ultrapassa os 44,5 milhões de euros, o que equivale a um crescimento de 118,4% face ao exercício transato, no qual já tinha atingido resultados positivos no valor de 20,4 milhões de euros”, pode ler-se no Relatório e Contas enviado esta terça-feira à CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários).
O ativo ascende a 506,1 milhões de euros, valores históricos que ultrapassam, pela primeira vez, a barreira dos 500 milhões de euros, um facto inédito no panorama do futebol português.
Quanto ao passivo (438,3 milhões de euros), regista-se um decréscimo que ultrapassa os 17,1 milhões de euros, “o que corresponde a uma variação de 3,8%, sendo essencialmente justificado pela diminuição do passivo remunerado, designadamente dos empréstimos obtidos".
"De realçar que o passivo corrente apresenta uma diminuição de 122 milhões de euros, dado que os compromissos com os empréstimos obtidos foram reestruturados e passaram para o passivo não corrente", lê-se na referida nota enviada à CMVM.
A Sociedade chama ainda a atenção para o facto de, “à exceção do primeiro exercício (2000/2001), no qual a Benfica SAD ainda apresentava um rácio do capital próprio vs capital social de 50,9%, a Sociedade nunca esteve em condições de cumprir o estipulado no artigo 35º do CSC, dado que desde a sua constituição a Benfica SAD teve de assumir a responsabilidade de várias contingências de gestões passadas e teve de efetuar importantes investimentos que permitissem recuperar a credibilidade e a capacidade competitiva do Benfica”.
“Esta meta alcançada no final do exercício tem um maior significado para o Grupo Benfica, sendo demonstrativa da tendência de recuperação a que se tem vindo a assistir nos últimos anos”, lê-se no Relatório e Contas do Clube.
"No âmbito desta restruturação, a dívida bancária regista uma forte redução pelo segundo ano consecutivo, no montante de 88,9 milhões de euros (2015/2016: 49,7 milhões de euros), tendo sido parcialmente compensada pelo incremento do valor dos empréstimos obrigacionistas por subscrição pública em 59,3 milhões de euros", é também salientado no documento.
Já os resultados operacionais (incluindo transações de direitos de atletas) “atingem os 62,9 milhões de euros, o que significa uma melhoria de 65,5% face ao período homólogo”.
“Os rendimentos operacionais (excluindo transações de direitos de atletas) ascendem a 128,2 milhões de euros, o que representa um crescimento de 1,7% face ao período homólogo, sendo este crescimento principalmente justificado pelo aumento das receitas decorrentes do contrato celebrado com a NOS, que entrou em vigor no presente exercício”.
As transferências de jogadores como jogadores Gonçalo Guedes, Hélder Costa, Ederson e Victor Lindelof renderem ao Clube mais de 123 milhões de euros, “o que significa uma melhoria de 50,2% face ao período transato.”
De realçar ainda os capitais próprios consolidados da Benfica SAD, que “apresentam um saldo de 67,7 milhões de euros” e os capitais próprios individuais que “ascendem a 70,3 milhões de euros”. Em ambos os casos “superam os 57,5 milhões de euros, que corresponde a 50% do capital social da Sociedade”, explica o documento.
RESUMO ECONÓMICO E FINANCEIRO CONSOLIDADO DA SAD 
  • Resultado líquido: +44,537 M€ (+118,4%)
  • Resultado operacional: +62,9 M€ (+65,5%)
  • Rendimentos operacionais (sem transações com atletas): 128,2 M€ (+1,7%)
  • Rendimentos totais: 253,5 M€ (+19,7%)
  • Ativo: 506,1 M€ (+6,2, aumento de 29,7 M€)
  • Passivo: 438,3 M€ (-3,8%, diminuição de 17,1 M€)
  • Capital próprio: 67,7 M€ (melhoria de 46,8 M€)
Ler Mais

ABEL FERREIRA: “BENFICA TEM UM PLANTEL DE CAMPEÕES”

Abel Ferreira assumiu, esta terça-feira, em conferência de imprensa, o desejo de vencer o Benfica na jornada inaugural da fase de grupos da Taça da Liga. No entanto, o técnico alerta para as dificuldades.
"Queremos muito estar presentes na final four. Sabemos que a tarefa vai ser dura, vai exigir o nosso melhor já no jogo de amanhã, e tivemos apenas dois dias para preparar a estratégia para esta partida. Mas vamos apresentar uma equipa competitiva, responsável, exigente, sabendo que a máxima é vencer sempre, independentemente do adversário. É essa a nossa responsabilidade", disse o treinador do SC Braga.
"O que interessa é que os meus jogadores se mantenham alerta, intensos, e que joguem para vencer. O nosso adversário tem um grande plantel, de campeões, e um grande treinador, também ele campeão, e que continua a valorizar jogadores mais jovens. O Benfica é uma grande instituição com recursos enormes. Eles vão entrar fortes, já avisei os meus jogadores para esse facto... Temos de nos manter alerta. Não sei se vou ganhar, mas o que eu quero, acima de tudo, é que os meus jogadores tenham a coragem e a confiança para desafiar um grande adversário", acrescentou.
Abel Ferreira confirmou ainda a titularidade de André Moreira na baliza e de Ricardo Ferreira no eixo da defesa. "Vão ser os dois titulares. Já tinha avisado o André [Moreira] que ia jogar este jogo. Disse-lhe depois da partida com o Boavista, para a Taça da Liga. Quis prepará-lo atempadamente para este desafio. Quantas mudanças no onze? Vou fazer cinco...", concluiu.
O SL Benfica-SC Braga está agendado para as 21h15 desta quarta-feira, no Estádio da Luz.
Ler Mais

BILHETES ESGOTADOS PARA O BASILEIA-BENFICA

Estão esgotados os bilhetes para o encontro entre Benfica e Basileia, referente à 2.ª jornada da Fase de Grupos da Liga dos Campeões.
No dia 27 de setembro, no St. Jakob-Park, na Suíça, a formação liderada por Rui Vitória vai procurar manter a invencibilidade frente a clubes suíços.
Ler Mais

HUGO FIGUEIRA: "COM UM ANDEBOL BONITO, AINDA MAIS NOS APOIARÃO"

O último domingo, no clássico, foi o exemplo sintomático daquilo que se quer fim de semana após fim de semana nos Pavilhões da Luz! Os adeptos responderam em massa e, dentro e fora de campo, houve espetáculo.
“Isto é um ciclo! Se nós conseguirmos transmitir um andebol bonito, um andebol que as pessoas gostem, as pessoas cada vez mais virão ver-nos jogar. Agora, se pudermos aliar o jogar bem com um excelente resultado… esse é o grande objetivo. Se puxarmos pelas pessoas elas aderem facilmente, é um ciclo virtuoso e o desejo é que seja vitorioso. As pessoas querem campeonatos devido à cultura de exigência que existe no Benfica. E nós também! Queremos que os adeptos apareçam e que, com a força deles, sejam o 8.º jogador e consigamos chegar à vitória e aos títulos”, afirmou em jeito de elogio.
E acerca da rivalidade? É igual em todas as modalidades?
“Já joguei nos três grandes e o que eu sinto é que o Benfica é sempre o alvo a abater! Temos de estar preparados para isso, com a cabeça bem assente, focados e concentrados nos nossos objetivos. Isso é o mais importante e o que verdadeiramente importa”, revelou o guardião das águias.
A fechar, uma mensagem…
“O que eu quero e desejo é que as pessoas continuem a apoiar a nossa modalidade, o andebol, bem como todas as outras e em todos os campos e Pavilhões onde o Benfica jogue. Essa força, vinda das bancadas, é importantíssima para o sucesso, as vitórias e as conquistas de títulos”, salientou Hugo Figueira.
Ler Mais
Sports Blogs
blog directory
 
Benfica Glorioso © Obrigado e volte sempre!!!
BENFICA GLORIOSO

Feito por BENFICA GLORIOSO * SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS * * E PLURIBUS UNUM * Benfica Glorioso © 2011 \2017